loader
  • slidebg1
  • slidebg2
  • slidebg3

A LEI DE GERSON E A ETIMOLOGIA GREGA


A Lei de Gerson e a Etimologia Grega Por Antonio Galan Filho (*) Recentemente, assisti uma live promovida pela Câmara Municipal de São Paulo, na página do Facebook, com a participação do Professor Doutor Mario Sérgio Cortella que, dentre vários pontos abordados, discorreu sobre a etimologia das palavras Político e Idiota, originadas há mais de 2.500 anos A.C. na Grécia. Do grego POLITIKOS, que significa “cívico”, o termo por sua vez se originou a partir da palavra polites, que quer dizer “cidadão”, que se originou de polis, traduzido por “cidade”. Em uma sociedade como a grega, em que a vida pública interessava a todos os cidadãos, os politikos eram aqueles que se dedicavam ao governo da polis ("a cidade” ou “o Estado"), colocando o bem comum acima de seus interesses individuais. Do grego IDIOS, que significa “privado” ou “pessoal”, é a raiz etimológica da palavra “Idiota”. Este termo, no entanto, se transformou em idiotes, para designar as pessoas que não exerciam nenhum tipo de trabalho público, na Grécia antiga. Há muito tempo no Brasil, a palavra Político define o sujeito que não se preocupa com o bem comum e que só se preocupa em atingir seus objetivos privados, enquanto o Idiota; bom... Esse continua um alienado. Não se importa com o bem comum. Importa-se apenas consigo mesmo. Elege o Político esperando que esse resolva os seus problemas particulares. Comparando as concepções etimológicas destas palavras nas culturas grega e brasileira, conclui-se que, salvo melhor juízo, a diferença se justifica pela predileção legislativa do brasileiro pela rainha das leis nacionais: A Lei de Gerson. Jogador da Seleção Brasileira, Botafogo, São Paulo e Fluminense, Gerson tornou-se celebridade entre os brasileiros não apenas por ter sido uma das maiores estrelas do tricampeonato mundial em 1970, mas por escancarar, na propaganda do cigarro Vila Rica aquela que viria a ser conhecida como a única lei que o brasileiro cumpre à risca: “- O importante é levar vantagem em tudo, certo?”. Pois é, a Lei de Gerson pegou. Sociólogos, antropólogos e a nata da intelectualidade brasileira já gastaram horas, tinta e neurônios e não conseguiram contestar a predileção gersoniana dos brasileiros. Somos mesmo uma nação de egoístas, corruptos e sacanas, que só pensam em si e só querem saber de levar vantagem. Certo? Levar vantagem em tudo é o lema brasileiro. Tal comportamento é constatado, por exemplo, na: 1) Concessão de benefícios originalmente destinados a famílias de baixa renda, cujos benefícios são direcionados a pessoas não tão enquadradas com renda baixa; 2) Contratação de pessoas para cargos públicos comissionados sem concursos públicos e sem quaisquer qualificações para exercê-los; 3) Omissão de informações patrimoniais para obter subsídios governamentais indevidos ou para sonegar impostos; 4) Aprovação de leis com legalidade duvidosa em troca de interesses privados; 5) Total falta de interesse no cumprimento fiel às Leis, pois estas colocarão em risco as ações pouco republicanas e duvidosamente democráticas; 6) Total falta de transparência na exposição de motivos de ações públicas para benefício da coletividade; 7) Total falta de empenho do Poder Público para permitir e orientar a população para a formação da sociedades civis organizadas; e, por ai vai.... Ao final da live na Câmara Legislativa de São Paulo, Cortella fez uma advertência e uma sugestão aos eleitores: “- As eleições municipais serão realizadas neste ano de 2020, onde serão eleitos os Prefeitos, Vice Prefeitos e Vereadores nos municípios brasileiros e, se me permitem, sugiro aos eleitores que:” • “se esqueçam da Lei de Gerson. Ela não foi promulgada pelo Poder Legislativo e não encontra abrigo no arcabouço jurídico brasileiro”; e • “sejam mais POLÍTICOS e menos IDIOTAS. Lógico que, no sentido grego da palavra.” (*) Antonio Galan Filho é o Presidente da Associação de Proprietários do Ninho Verde – Gleba 2



PARCEIROS APRONIN

teste
teste
Melo Piscinas
teste
teste
teste
teste
teste
teste
Supermercado PArdinhense
Leite Gege
Sorvetes Neblaska